Projeto Climadapt

O Município de Amarante aderiu a 15 de janeiro de 2015 ao projeto Climadapt com vista integrar a rede municipal de adaptação às alterações climáticas, capacitando-se para dar uma melhor resposta a este desafio.

Pretende-se alcançar este objetivo através da capacitação do corpo técnico municipal, consciencialização dos atores locais e pelo desenvolvimento de ferramentas e produtos que facilitem a elaboração e implementação das EMAAC.

O projeto prevê, ainda, como objetivos específicos:

a. Elaboração de 26 Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC); 

b. Formação de 52 técnicos municipais em Adaptação às Alterações Climáticas;

c. Criação de uma Plataforma para a Adaptação Municipal às Alterações Climáticas; 

d. Criação de uma Rede de Municípios de Adaptação Local às Alterações Climáticas.

O término do projeto será em agosto de 2016. 

Para mais informações consulte o site  ClimAdaPT.Local 


  • Estratégia Municipal para as Adaptações às Alterações Climáticas

    Desde a assiantura do protocolo que a equipa técnica do Município de Amarante, constituída por José Vila Real (engenheiro), Mafalda Alves Cardoso (engenheira) e Claúdia Montenegro (arquiteta), tem vindo a desenvolver vários documentos, nomeadamente: 

    a. Levantamento de ocorrências mais significativas (vulnerabilidades atuais) e seus impactos;

    b. Identificação de atores chave;

    c. Compilação dos instrumentos de participação pública/planos municipais/planos especiais/redes;

    d. Identificação de vulnerabilidades futuras, tendo em conta as previsões climáticas futuras para o concelho de Amarante;

    e. Definição de opções de adaptação, objetivos, potenciais barreiras e setores chave;

    f. Transposição das opções para os instrumentos de gestão do território;

    g. Participação em formações;

    h. Realização do Workshop que decorreu a 10 de dezembro de 2015 no Salão Nobre dos Paços do Concelho;

    i. Elaboração da EMAAC (em elaboração).