Respostas de Apoio Psicológico

A Resposta de Apoio Psicológico da autarquia (RAP) compreende um conjunto de respostas específicas de psicologia dirigidas a crianças, jovens e adultos.

  • Apoio psicológico para adultos

    Constitui-se como uma resposta de avaliação e acompanhamento psicológico a pessoas socialmente vulneráveis objetivando:

    a. A avaliação e o diagnóstico da problemática apresentada;

    b. A intervenção psicológica ajustada ao diagnóstico efetuado;

    c. A construção de processos de mudança comportamental, psicossocial e emocional;

    d. A redução e prevenção de situações de risco pessoal e social;

    e. A promoção de uma maior qualidade de vida.

    A metodologia de intervenção prevê a articulação interdisciplinar e intervenção em rede com as diferentes respostas concelhias no domínio da saúde, habitação, ação social, emprego, justiça, de forma a conferir um apoio integrado e ajustado às necessidades identificadas

  • Conversas de Pais

    Baseado no programa "Mais Família, Mais Criança" e "Mais Família, Mais Jovem", esta atividade é um programa de educação parental que pretende: promover competências parentais e estratégias educativas positivas, ser um momento de partilha, informação e suporte para favorecer a relação entre pais e filhos e entre irmãos e criar um espaço de interajuda entre a família e a escola.

    As sessões desenvolvem-se em torno das temáticas: "atenção positiva", "elogios", "recompensas concretas", "ignorar", "regras claras e limites", "consequências para o mau comportamento", "escuta ativa e mensagens eu" e da resolução dos seguintes problemas: "estudar"; "ajudar nas tarefas em casa"; "saídas à noite" "conflitos entre irmãos", "melhorar o aproveitamento escolar", entre outros.

    Destinam-se a pais e mães e/ou outros educadores e desenvolvem-se num conjunto de sessões programadas mediante as caraterísticas de cada grupo, tendo como parceiros entidades públicas e privadas (escolas, associações de pais, IPSS's, entre outros).

  • Espaço Jovem

    O Espaço Jovem é uma atividade para jovens que frequentam o 2º,3º ciclo e ensino secundário, onde se pode esclarecer dúvidas, partilhar opiniões e ideias e aprofundar conhecimentos de diferentes temas através de dinâmicas de grupo, jogos, visualização de filmes e debates.

    O encaminhamento dos jovens para o Espaço Jovem é feito pela escola e a intervenção pauta-se essencialmente por:

    a. Prestar apoio psicológico em grupo;

    b. Desenvolver competências pessoais e sociais em jovens;

    c. Incrementar hábitos e estilos de vida saudáveis, prevenindo a adoção de comportamentos ditos de risco;

    d. Promover uma vivência afetiva positiva

  • Formação de docentes e não docentes

    A Formação de Docentes e Não Docentes é uma atividade desenvolvida em parceria com o Centro de Formação dos Agrupamentos de Escolas de Amarante e Baião e tem como destinatários o pessoal docente e não docente.

    Esta ação de formação pretende introduzir as noções de disciplina /indisciplina na sala de aula, os diferentes estilos educativos e de comunicação, a gestão preventiva da indisciplina e, por último, a aquisição de estratégias de resolução de conflitos.

    O objetivo desta atividade é que se constitua uma mais-valia no desempenho do papel do professor, através da discussão de casos práticos e do trabalho em equipa com o objetivo de adquirir ferramentas/instrumentos que fomente o sucesso escolar dos seus alunos.

  • Gabinete 100porquês

    O Gabinete 100 Porquês é um serviço de apoio psicológico a crianças e jovens residentes no concelho de Amarante, anónimo e gratuito, que pretende:

    a. Prestar apoio psicológico individual a crianças e jovens e suas famílias em situações de crise emocional;

    b. Contribuir para a promoção do ajustamento psicológico dos pais e crianças, visando a sua plena integração e o estabelecimento de relações saudáveis;

    c. Desenvolver com as famílias, com os professores e pessoal auxiliar, ações concertadas que reforcem as estratégias definidas para a criança ou jovem sinalizado.

    As crianças e jovens podem aceder à medida por iniciativa própria ou encaminhados pelas diversas entidades do concelho (escolas, centros de saúde, IPSS´s, entre outros) e pelas medidas municipais.

  • Gabinete Bem-me-quer

    O Gabinete Bem-Me-Quer (Gabinete de Informação e Apoio a Vítimas de Violência Doméstica) assegura de forma integrada e com caráter de continuidade, o atendimento, o apoio e o encaminhamento personalizado de vítimas de violência doméstica, tendo em vista a sua proteção.

    Pretende avaliar o risco e o impacto da violência sofrida, apoiando na implementação de planos de segurança pessoal e promovendo a capacitação da vítima com vista à supressão do contexto de violência e dos diferentes danos causados pelo contexto abusivo.

    As vítimas de violência doméstica podem ser encaminhadas por outros serviços ou instituições ou podem, por sua própria iniciativa, solicitar atendimento presencialmente ou através de contacto telefónico.

    O atendimento especializado é efetuado por técnicas de apoio à vítima, de acordo com o preceituado pelo regime jurídico aplicável à prevenção da violência doméstica, à proteção e à assistência das suas vítimas, nomeadamente pela Lei n.º 112/2009, de 16 de setembro com as respetivas alterações.

  • Intervenção em Crise

    A Intervenção em Crise assume como principal objetivo intervir o mais precocemente possível prestando os primeiros socorros psicológicos a qualquer pessoa/família, que esteja perante um evento de crise e potencialmente traumático. 

    Constitui âmbito desta resposta a intervenção psicológica em cenários súbitos de crise/catástrofe individual ou familiar, promovendo a recuperação perante a situação de crise, desequilíbrio e perda.

    A Intervenção em Crise é efetuada por uma equipa de psicólogas devidamente formadas e capacitadas para a especificidade e complexidade deste tipo de intervenção.

  • Responsável pela medida | Contactos

    Responsável pela Medida
    Rute Silva
    Chefe de Divisão de Desenvolvimento e Coesão Social
    Tlf. 255 420 248
    Email: rute.silva@cm-amarante.pt

    Técnicas designadas 
    Ana Carvalho | Elisabete Ferreira | Sónia Monteiro

    Contactos
    Email: anamaria.carvalho@cm-amarante.pt
    Email: sonia.monteiro@cm-amarante.pt
    Email: elisabete.ferreira@cm-amarante.pt

    Tlf. 255 420 298

    Morada
    Casa da Portela – Rua Dr. Miguel Pinto Martins, nº35
    4600-090 São Gonçalo – Amarante