Sábado, 26 de Janeiro a Terça-feira, 9 de Abril

MMASC acolhe exposição de Sérgio Pinhão

Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso

O Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso (MMASC) recebe, sábado, dia 26 de janeiro, pelas 16h00, a exposição “Pintura/Gravura" de Sérgio Pinhão. A mostra estará patente até 7 de abril, na Sala de Exposições Temporárias.

Para o Diretor do MMASC, António Cardoso, “Sérgio Pinhão, arquiteto de formação, revelou-se nos anos 70/80 como excelente gravador, ligado à Cooperativa dos Gravadores Portugueses, abordando diferentes técnicas e suportes, nomeadamente a serigrafia, a impressão digital…Mas a sua Pintura revelará uma consistência (quase uma notícia) na estruturação do espaço, em sucessivas geometrizações e construções, com uma paleta forte e suas gradações, irradiações e vago humor”.

Sérgio Pinhão “estudou gravura com João Hogan e serigrafia com Dacos na GRAVURA, em 69/70. Ministrou cursos de serigrafia na Cooperativa e mais tarde no FOCO (formação de professores). Foi membro da direção da GRAVURA, do conselho técnico e da direção da SNBA. O seu trabalho em gravura foi subsidiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, que também apoiou a investigação em holografia, na Goldsmith's Holography Workshop, Londres, Faculdade de Ciências do Porto, e LNETI, Lisboa. Depois de um período de interrupção entre 1980 e 95 (trabalho em arquitetura), voltou a trabalhar em pintura e serigrafia.”

De referir que Sérgio Pinhão realizou exposições individuais, coletivas e internacionais e venceu vários prémios, designadamente “em 1973 - I Bienal de Artistas Jovens, Famalicão. Em 1977,79 - Prémio Nacional de Gravura, I e II Exposições Nacionais de Gravura. No ano de 1984 - Prémio de aquisição, Exposição do Banco de Fomento, em 1986 - Prémio de aquisição, III Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian e em 2000 - Menção Honrosa, Concurso de Ideias do Metropolitano de Lisboa. 2018 - Menção Honrosa, Salão dos Sócios, SNBA.