Skip to main content

MIMO Festival Amarante – Diversidade musical e cultural em três dias de festa

MIMO-Festival-Amarante-Diversidade-musical-e-cultural-em-tres-dias-de-festa
MIMO-Festival-Amarante-Diversidade-musical-e-cultural-em-tres-dias-de-festa-1

“>O Barato de Iacanga”, de Thiago Mattar. Da programação, que terá lugar no Cinema Teixeira de Pascoaes e nos claustros do Museu Amadeo de Souza-Cardoso fazem ainda parte as exibições de “Miles Davis: Birth Of The Cool”, de Stanley Nelson; “

Évoras em Kepa”, de José Coimbra e Tiago Guimarães; “Ela é uma Música”, de Francisca Marvão; e “I Love My Label |Flor Caveira”, da autoria de Rui Portulez, com realização de António Sabino, Pedro Gonçalves e Igor Martins.

No Fórum de Ideias, que se realiza no Museu Amadeo de Souza-Cardoso, Criolo vai falar sobre “A Música como Instrumento de Consciencialização”; Salif Keita vai partilhar a sua visão do mundo, a sua história e carreira; e Seun Kuti vai abordar a “Origem, Herança e Evolução do Afrobeat”. Já no Programa Educativo, que tem lugar no Centro Cultural Amarante, são muitos os workshops a não perder com 47Soul, Miramar, Hamilton de Holanda, Stefano Bollani, Samuel Úria, Bixiga 70, Fortuna, Ana de Oliveira e Sérgio Ferraz, e Délia Fischer. Oportunidade únicas, de acesso gratuito, para contactar com músicos de referência e partilhar conhecimento. Para estas actividades, os interessados devem inscrever-se no site oficial do MIMO Festival.

Um dos pontos altos do MIMO Festival Amarante será, com certeza, a Chuva de Poesia que este ano vai homenagear o amor nas suas diversas formas com poemas de Chico Buarque, Jorge de Sena, Mário Sá-Carneiro, José Saramago, Sophia de Mello Breyner Andresen, Pablo Neruda, Florbela Espanca, Vinícius de Moraes, Gregório de Matos, Bocage, Fernando Pessoa, entre outros.

Haverá ainda um Roteiro Cultural, todas as manhãs, de 26 a 28 de Julho, onde será possível visitar e conhecer o património religioso de Amarante, com destaque para a história e arquitectura.

À semelhança do ano passado, o MIMO Festival Amarante volta a apostar na Arte com a mostra “Abstração. Arte Partilhada Coleção Millennium bcp” que vai ocupar o Museu Amadeo de Souza-Cardoso com mais de 30 obras de 18 autores nacionais e internacionais como Maria Helena Vieira da Silva, Arpad Szenes, Mário Cezariny, Paula Rego, Júlio Pomar, Nadir Afonso, Eduardo Nery, entre outros. Artistas que se debruçaram sobre o abstraccionismo que foi, no século XX, um dos mais poderosos movimentos de afirmação da arte contemporânea. Para visitar de 26 de Julho a 27 de Outubro.

Totalmente gratuito, este é um festival inclusivo que privilegia a diversidade. Tendo como premissa dar a conhecer o que de melhor se faz na música na actualidade, entre nomes consagrados e os novos talentos, o MIMO Festival Amarante proporciona uma experiência única e o contacto com representantes de diferentes géneros musicais e culturas.

Ao longo de três dias, a cidade de Amarante transforma-se para receber pelo quarto ano consecutivo este festival que, com a sua extensa e diversa programação, vai ocupar o Parque Ribeirinho, o Museu Amadeo Souza-Cardoso, a Igreja de São Pedro, a Igreja de São Gonçalo, o Cinema Teixeira de Pascoaes e Centro Cultural Amarante.

PRÉMIO MIMO DE MÚSICA

A edição 2019 do MIMO Festival Amarante conta com uma novidade que vem reforçar o cartaz e a diversidade da oferta que o caracteriza e diferencia: o Prémio MIMO de Música. Com o objectivo de valorizar artistas de todas as regiões do país, com idades compreendidas entre os 18 e os 40 anos, esta distinção procura incentivar à inovação no campo da composição, originalidade, técnica e estética musical, em trabalhos autorais ou não, e ainda proporcionar a descoberta de novos talentos.

As inscrições podem ser efectuadas em duas categorias: música Popular, para artistas e grupos de todos os tipos de criação musical que envolva a utilização da voz; e música Instrumental, para artistas e grupos de todo o tipo de criação musical feita por instrumentos musicais, programações electrónicas e outros.

Os interessados podem inscrever-se no site do MIMO até 7 de Julho. Posteriormente realiza-se a votação online, de 11 a 20 de Julho, e a 21 de Julho será anunciado o vencedor que ganha um lugar no palco principal do MIMO Festival Amarante, no Parque Ribeirinho, e é convidado a integrar a programação do MIMO Festival Brasil, no Rio de Janeiro ou em São Paulo, a realizar nos próximos meses. O Artista Revelação recebe como prémio a gravação e edição de um EP, com seis faixas, a ser lançado pela Valentim de Carvalho, uma das parceiras desta iniciativa.

SOBRE O MIMO FESTIVAL

O MIMO Festival nasceu no Brasil em 2004, idealizado por Lu Araújo, e teve a primeira edição internacional em 2016 na cidade de Amarante. A capacidade de atracção e de mobilização de públicos ficou patente na edição de estreia, com milhares de pessoas a invadirem as ruas, as igrejas, os museus… e os vários espaços onde o festival acontece. Na terceira edição, em 2018, o MIMO contou com 70 mil pessoas. O sucesso do seu posicionamento e enquadramento valeu a distinção nos Iberian Festival Awards para Melhor Infraestrutura Nacional em 2017 e 2018.

Anterior
Notícia anterior
Próximo
Próxima notícia
Atualizado em 19/06/2019
This site is registered on wpml.org as a development site. Switch to a production site key to remove this banner.